O que é um Dispositivo Médico de Uso Único

Um Dispositivo Médico de Uso Único é, de acordo com o Decreto-Lei n.º 149/2009 de 17 de Junho, um dispositivo destinado pelo seu fabricante "a ser utilizado uma única vez num único doente".

 

Em Portugal, os dispositivos médicos representaram, em 2012, uma despesa de cerca de 665 milhões de euros (fonte: Global Data). Destes, uma percentagem significativa são de uso único (DMUU). Em Portugal e em alguns países mais desenvolvidos a previsão de crescimento da utilização deste tipo de dispositivos é de cerca de 3 a 6% ao ano e 6.2% das suas despesas totais, no conjunto dos países europeus.

 

Esta classificação de uso único foi definida exclusivamente pelos fabricantes, no início dos anos 90, por razões de ordem clínica e comercial. Desde então, a venda destes produtos cresceu de forma exponencial.